Domingo, 28 de Junho de 2009

A verdade dos factos

 

  

          Guiné, 1973. As forças do PAIGC, dispondo de armamento muito superior ao das tropas portuguesas, incluindo mísseis antiaéreos, preparavam-se para riscar do mapa o aquartelamento de Guilege, posição estratégica para os seus desígnios.
          A guarnição, desesperada, necessita urgentemente de mais tropas, armas, munições, víveres e água potável. Mas o general Spínola manda para lá um major…
 
          “A Retirada de Guilege” é um testemunho incontornável da História da Guerra Colonial. Da crueza dos factos relatados, podemos tirar algumas conclusões sobre os meandros, por vezes demasiado tortuosos, através dos quais a guerra era conduzida.

 

publicado por Fernando Vouga às 18:53

link do post | comentar | favorito
|

E.Rec.2640

pesquisar

 

Setembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30

Notas recentes

Só pode ser piada

Para quem gosta de ler

A luta armada na Guiné

Para quem gosta de ler

Para quem gosta de ler

A guerra na Guiné

Foi há 48 anos...

Despesa que não morreu

10 de Junho

Mas que golpada!

Arquivos

Setembro 2016

Abril 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Maio 2015

Abril 2014

Julho 2013

Junho 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Fevereiro 2012

Maio 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Outubro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Agosto 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Favoritos

Para onde vais, América?

Ligações

Visitas

conter12

E.Rec.2640

blogs SAPO

subscrever feeds